0

Destaques do Blog - Dicas da Gráfica BH na Web

Tipos de papéis usados em gráfica

Cada impressão e cada tipo de impressão exige um tipo de papel especial para obter o melhor resultado. Já citamos alguns tipos, os mais comums, para imprimir documentos e papéis do dia-a-dia, mas alguns deles são utilizados de forma profissional. Eles seguem algumas especificações que diferem do papel sulfite por exemplo.

Alguns exemplos são bem comums e utilizados em gráficas, em embalagens e outras aplicações profissionais.

O papel Off –set: É uma papel que possui bastante cola, bem parecido com o papel sulfite. Ele é uniforme e é preparado para resistir a umidade, o que é de muita importância para a a impressão no sistema off-set. Possui a vantagem de ter um baixo custo com alta qualidade. Suas impressões possuem uma grande nitidez e cores vivas. Utilizado principalemnte em folhetos, livros, revistas e envelopes;

O papel Couchê: Ele tem como característica básica o seu brilho, que é feito através de uma cobertura fina de substancias minerais. O papel couchê possuiu microporos que faz as cores se tornarem mais vivas na impressão. Ele possui a desvantagem de ser mais caro em relação ao off-set mas possui uma qualidade muito no resultado da impressão. Ele é utilizado basicamente em publicidade, materiais promocionais, flayers e folders;

O papel Cartão Duplex: Esse tipo de papel possui duas camadas a primeira é branca e lisa e a segunda de uma pasta não branqueada. Ele é utilizado em capas de livros, impressões publicitárias e embalagens. Geralmente são feitos acabamentos especiais (com verniz ou plastificação para dar um brilho maior ao papel e maior resistência.

Reciclato: produzido com aparas de papel off set coletadas durante a fabricação ou após. É fabricado em variadas cores e texturas, que conferem mais opções para combinações e arranjos de impressão;

Duo Design: tipo de papel cartão com alta sensibilidade para produção de impressos com qualidade gráfica acima da média como embalagens e materiais promocionais de luxo;

Supremo: conta com um lado fosco e outro brilhante, que podem ser utilizados de acordo com o projeto do artista gráfico. Trata-se de um papel bastante resistente e muito usado em materiais promocionais;

Adesivo: o papel adesivo conta com um lado próprio para impressão e outro, com cola especial, protegido com um papel fino e descartável. Esse tipo de papel pode ser usado em etiquetas e fechamento de envelopes.

Ao escolher um tipo de papel é necessário prestar atenção à gramatura, que nada mais é que o peso do papel em gramas por metro quadrado [g/m2]. As gramaturas mais comuns variam entre 70 e 370 g/m2.

Os papéis mais grossos são usados em capas de livros e revistas, folders, calendários e cartões de visita, entre outros materiais. Já os papéis mais finos são empregados no miolo de publicações editoriais e na impressão de envelopes e pequenos panfletos.

A textura, que nada mais é que o aspecto da superfície, é outro fator importante na escolha do papel. Por exemplo, os convites de casamento requerem papéis com textura sobressalente, isto é, em relevo. Já os folhetos podem ser impresso em papéis lisos.

Dessa forma, para escolher com precisão o melhor tipo de papel para o seu projeto é necessário levar em conta a maneira como o papel foi fabricado, a sua textura e a gramatura.

Se quiser saber mais, ligue para um dos telefones em destaque em nosso site e esclareça suas dúvidas sobre tipos de papéis, gramaturas e texturas, com os técnicos da gráfica BH na Web, agora mesmo.

Continue lendo » · Escrito em: 04-29-13 · Nenhum comentário »

Deixe um comentário

Gráfica BH na Web - CNPJ: 18.006.446/0001-99